Transportes e Mudanças

Carreto dá dinheiro? Saiba exatamente os fatores que devem ser levados em consideração na hora de decidir entrar neste mercado pensando em lucratividade.

Se carreto dá dinheiro ou não depende muito. Em outras palavras, com o mesmo veículo, no mesmo lugar, carreteiros podem ganhar valores diferentes dependendo de suas ações. Interessante, não é? É exatamente isso que iremos compartilhar neste artigo.

Carreto dá dinheiro

Alô moçada!

Sério!

Todo mundo que pretende trabalhar com carreto faz a mesma pergunta, porém de formas diferentes.

Carreto dá dinheiro?

Fazer carreto dá dinheiro?

Trabalhar com carreto dá dinheiro?

E mais 1.356.894 perguntas relacionadas aos ganhos e lucratividades de um carreteiro.

Esse conteúdo foi feito exclusivamente para aqueles que desejam saber se devem ou não entrar no mercado de carretos.

Na verdade, aqueles que já estão atuando no mercado também precisam observar alguns fatores que estão neste artigo.

Por isso, se já sabe que deve estar disposto a trabalhar duro e só precisa saber do aspecto financeiro da profissão.

Esse conteúdo foi produzido para você.

Vamos lá?

Realmente, carreto dá dinheiro? Saiba dos fatores a se levar em consideração

Assim como em qualquer profissão existem profissionais que ganham bem e outros que ganham mal.

Sabendo disso, não podemos olhar por esse ângulo puro e simples. Existem diversos fatores que tornam o serviço de carreto lucrativo ou não.

Como mencionado anteriormente, conheço carreteiros que simplesmente não possuem dias disponíveis na agenda. Sempre quando entro em contato com eles já estão com a semana cheia.

Detalhe.

Independente de crise ou não.

Já conversei com carreteiros que disseram que a crise não os afetou em nada e outros já me disseram que estava de mal a pior e a culpa era da crise.

Sendo filho de um ex carreteiro, tendo feito carreto e agora agenciando tenho contato diariamente com os clientes e com os profissionais e uma coisa posso afirmar existem alguns comportamentos que fazem o carreteiro ganhar dinheiro até parado.

Até parado? Como assim?

Carreteiro de alta performance consegue programar suas férias, consegue deixar outra pessoa agenciando os carretos para ele e mesmo que a agenda não esteja cheia na semana sabe que não terá prejuízo, pois cultiva os hábitos que irei mencionar logo abaixo.

Esses hábitos ou como gosto de chamar de fatores, irão garantir que você tenha uma jornada próspera nessa profissão.

Outro detalhe importante, atualmente são esses fatores que consegui observar, porém essa lista não está selada. Sempre que descobrir outro irei compartilhar aqui.

Divulgar o serviço de carreto

Divulgar o serviço de carreto é uma tarefa meio complicada. Ao mesmo tempo que é só pintar o baú do caminhão com os números e andar por aí também é um serviço que não pode ser oferecido, pois você atende um momento específico do cliente.

Vou mencionar mais abaixo sobre a jornada que o cliente percorre para nos contratar. Uma dica que gosto de compartilhar é você fazer parcerias com imobiliárias de sua região e também com síndicos de condomínio.

Uma coisa importante, porém pouco comentada. É o atendimento e a prestação do serviço.

Acredite, esses dois pilares serão um dos seus maiores aliados para conseguir indicações. E já sabe, não é?

Indicação é carreto praticamente fechado.
Tanto que em uma indicação o valor fica em segundo plano.

Uma vez conversando com um carreteiro que tenho em meu plantel. Ele me disse uma coisa muito sábia.

Antes deixa eu contextualizar. A cliente havia omitido diversos itens, quando o carreteiro chegou lá eram tantos itens que estava difícil até de fechar o baú.

Olha como o caminhão ficou:

Caminhão de mudança lotado de itens

Obviamente ele não gostou, mas executou o serviço.
Garantiu a cliente para o resto da vida para nós.

Entende, pequenas coisas juntas fazem a diferença.

Quem planta colhe, não é mesmo? 

Região ou cidade em que você faz carreto

Pense comigo.

Nós atendemos as pessoas em demandas específicas, ou seja, ninguém acorda de manhã e diz: vou contratar um serviço de carreto.

Entende?

Nós atendemos a uma demanda de compra de coisas usadas, mudança de casa etc.

Se na sua região ou cidade as pessoas não costumam comprar coisas usadas ou o mercado imobiliário é fraco.

Sem dúvidas, isso irá comprometer significativamente seus ganhos, pois o fator demanda está altamente comprometido.

Nesse caso, sugiro que passe um tempo acompanhando a rotina dos carreteiros de sua cidade e região. Se possível, converse com eles.

Busque saber sobre o mercado imobiliário da sua cidade ou região. É importante você também analisar isso, pois os carreteiros que você vê parados podem ser o perfil que citei anteriormente.

Veículo que você utiliza para carreto

Ainda não existe o serviço de locadora de veículos para carreto. Isso diminuiria a barreira de entrada neste mercado. Acredito que esse mercado ainda não teve um “boom” suficiente para justificar a abertura desse tipo de negócio.

Outro fator é que provavelmente por se tratar de veículos de carga, talvez não seja lucrativo os custos com manutenção, já que quem arca com esses custos são as locadoras.

Tendo em vista que um veículo de passeio carrega muito menos peso que um veículo para carreto.

Ou seja, quem deseja entrar nesse mercado precisará desembolsar uma grana inicial. Seja para dar entrada e ir pagando as prestações ou para comprar mesmo à vista. Se optar pela primeira alternativa terá que vender o serviço de carreto o mais rápido possível, pois a prestação do mês seguinte está “batendo na porta”.

Converse com mecânicos e carreteiros sobre o veículo que deseja comprar. Quando me refiro à manutenção do veículo sempre costumo mencionar a forma como o motorista dirige.

Acaba indo para aquela mesma discussão, como é que pode dois carreteiros com o mesmo tipo de caminhão e com volume de carretos parecidos terem tanta diferença em frequência de manutenção.

A resposta é simples.
Dirigibilidade.

Por isso, leve em consideração esse fator também. Se você for muito bruto e chucro no volante não tem tanque de guerra que aguente.

Administração dos ganhos com os carretos

Esse é um fator importantíssimo, pois não adianta “chover” de carreto e você não saber administrar. Sugiro que você use um sistema de gestão financeira para carreto, planilhas financeiras são bem mais complicadas e ultrapassadas.

Um sistema específico para carretos irá contemplar todas as particularidades do ramo. Além de ser bem mais fácil de lançar as contas a pagar, a receber etc. Vamos criar um sistema específico para esse mercado, se você deseja ser avisado em primeira mão quando lançarmos basta inserir seu nome, WhatsApp e e-mail neste formulário abaixo:

Detalhe para auxiliar vocês, quando o sistema estiver pronto irei compartilhar um curso online completo ensinando não somente a usar o sistema, mas também como administrar melhor seu negócio de carretos.

Continuando.

Todos os fatores que estão descritos neste artigo geram dinheiro, porém esse fator é o que realmente gera lucro.

É fundamental você ter em suas mãos todos os números que demonstram se seu negócio está sendo lucrativo ou não.

Isso mesmo, business.

Você deve tratar seu trabalho de carreteiro como seu negócio. Deve ter uma mentalidade de micro empresário.

Evite misturar as contas do negócio junto com as contas pessoais.
Sempre tenha um fundo reserva para alguma emergência.
E mais algumas dicas para administrar o serviço de carreto.

Irá agregar ou irá prestar serviço autônomo

Se você for agregar o veículo em uma transportadora será mais fácil calcular seus ganhos e consequentemente seus lucros. Porém um fator contrário é o fato de que talvez você ganhe menos e exija mais o veículo. Claro, dependendo da demanda que a transportadora tiver.

Se você optar por ser um motorista autônomo irá sofrer pelo menos no início com a falta de carretos, porém quando embalar irá ganhar mais do que agregar e terá mais flexibilidade de tempo.

Não está certo nem errado. Tenho alguns motoristas que são agregados em alguns dias da semana e sempre que preciso deles no dia de folga estão disponíveis para me atender. Nesse caso, faturam mais, pois além de ter o fixo, complementam a renda com os carretos que forneço para eles.

Precificação do serviço de carreto

Sem dúvidas, esse é um dos principais pontos-chave dos carreteiros que mais fazem dinheiro. Precificação pode te derrubar ou te alavancar.

Simples assim.

E a conversa sobre precificação do serviço de carreto não pode ficar somente na esfera do caro e barato. Envolve muito mais uma questão estratégica do que apenas analisar o local de retirada e entrega e assim fornecer o orçamento.

As vezes vale a pena cobrar um pouco mais barato, pois sabe que o lugar irá fornecer serviços recorrentes para você.

Irá entregar alguns itens para a região que você está recebendo o pedido de orçamento. Vale a pena abaixar um pouco o valor para apanhar o serviço.

Sabe neutralizar o pedido de desconto do cliente e mostrar que você não pode se comparar a outros carreteiros.

Falando em desconto é importante no momento em que estiver fornecendo o orçamento separar o valor do transporte do valor dos ajudantes do carreto. As vezes os clientes se assuntam com o valor do orçamento, por conta do carreteiro apresentar o valor cheio.

Sempre que for apresentar o valor, diga tal valor é somente o transporte e tal valor é dos ajudantes. E não se esqueça de mencionar a opção do cliente chamar um amigo ou familiar para ajudar. Sendo assim ele irá pagar somente o transporte.

Acredite, isso irá salvar vários orçamentos, pois se o cliente não descobrir com você que tal valor é dos ajudantes ele irá descobrir com outro carreteiro e assim você irá perder o serviço para ele.

São pequenas coisas que juntas irão permitir que você prospere neste mercado.

Quantidade de carreteiros disponíveis

Esse fator é muito importante, às vezes você passa um orçamento um pouco mais alto do que os demais carreteiros, porém você é o único disponível para aquele dia e horário. Então o cliente será “obrigado” a fechar com você.

Claro, se ele não puder fazer em outra data. Por isso, a organização é fundamental, sugiro que você tenha uma agenda de carretos. Isso mesmo, um caderninho ou um espaço digital para colocar as datas e horários dos carretos.

Uma vez estava agenciando um carreto e o carreteiro que recebeu o serviço disse que estava disponível para aquele horário marcado. Confirmei com o cliente e pronto. Pensei, mais um carreto fechado como normalmente acontece.

Passou um tempo o carreteiro me ligou contando aquela prosa, resumindo ele já tinha marcado outro carreto antes do meu no mesmíssimo horário.

Adivinha quem ficou com a incumbência de remarcar esse carreto. Remarcar o carreto é o menor dos problemas, o problema é encontrar outro carreteiro que está disposto a prestar o serviço pelo mesmo valor.

Já que no meu modelo de agenciamento não imponho valor para ninguém. O carreteiro vê a descrição do serviço e cobra o valor que está disposto a prestar.

Anos de mercado

Pra mim esse fator é o menos relevante, conheço pessoas que estão há anos no mercado de carretos e ficam mais parados do que rodando. E também conheço pessoas que começaram a pouco tempo e já estão vivendo somente do serviço de carreto.

Eu mesmo sou uma prova viva. Na época que comecei a prestar o serviço de carreto peguei uma caminhonetinha Strada e fui para a luta.

 

 

Nathan Henrique com seu pai na caminhonete strada

Pensei que por ser filho de um ex carreteiro que praticamente nunca ficava parado, achei que iria me dar bem rápido.

Pensei, sou filho do Henrique. Que nada, fiquei mais de uma semana na praça, era da caminhonete para o rapaz da garapa e do rapaz da garapa para a caminhonete.

Me sugeriram:

“Faz os cartões”.

“Faz uma faixa com seu número de telefone”

Faz isso, faz aquilo …

E nada resolveu.

A coisa começou a melhorar com o tempo, porém só deu uma alavancada mesmo quando comecei a divulgar de forma correta e fazer algumas parcerias. Então o fator tempo é o menos relevante para quem não fica parado e usa a criatividade para divulgar seu serviço.

Então, carreto dá dinheiro?

A resposta é depende.

 

Se você avaliar todos esses fatores e chegar a conclusão que a grande maioria lhe favorecem. 

 

Vai com tudo, pois carreto dá dinheiro sim.

Agora, se a grande maioria dos fatores não lhe favorecerem, carreto para você não dará dinheiro.

 

Para não ficar um conteúdo sem nenhum posicionamento da minha parte. Acredito que sim, é um excelente mercado para aqueles que querem arregaçar as mangas e trabalhar duro. Conheço um carreteiro que trabalhava em escritório, pegou o acerto e comprou um caminhão ¾ e começou a ganhar mais que no trabalho anterior e com mais flexibilidade de tempo.

 

Porém é um cara que não foge de serviço difícil, tem um preço justo, é extremamente educado e fornece um serviço de muita qualidade.

 

Esse e outros atributos são característicos dos carreteiros que mais fazem dinheiro prestando serviço de carreto.

 

Gostou do artigo?

Compartilhe com seus companheiros de profissão!