Ajudantes de carreto: guia completo para ter os melhores ajudantes à sua disposição

Nota do autor

"Depois de ler esse artigo e principalmente por em prática. Será praticamente impossível não ter um lista dos melhores tipos de ajudantes "brigando" para trabalhar com você".

E aí moçada!

Sem sombra de dúvidas, ajudantes de carreto são um dos principais problemas quando se presta o serviço de carreto.

Mesmo sendo um problema para muitos, não adianta.

Temos que tê-los em nosso dia a dia como carreteiros.

Para auxiliar você, vamos compartilhar um guia completo com tudo que você precisa saber sobre ajudantes de carreto. 

Acredite, já tive carreteiro que dispensou serviço por não ter ajudantes disponíveis. 

Se você já passou por isso ou não quer passar. Esse conteúdo é exatamente o que você precisa.

O que são ajudantes de carreto?

Ajudantes de carreto

Caso não saiba, os ajudantes são pessoas que auxiliam na prestação do serviço de carreto. São pessoas escolhidas pelos carreteiros para carregar e descarregar o veículo do carreto.

Eles têm papel fundamental, pois sem ter pessoas para ajudar na carga e descarga o motorista fica sobrecarregado em organizar os itens dentro do caminhão e ainda se preocupar com o carregamento dos itens.

Mais a frente irei dar algumas dicas para conseguir ajudantes mais fácil, porém existe uma alternativa bastante comum no mercado de carretos.

Que são os familiares dos clientes. Alguns clientes chamam os familiares para ajudar no carreto para economizar com a contratação de ajudantes.

Existem prós e contras nisso. Quando o cliente já tem pessoas para ajudar além de aumentar o fechamento, pois o carreto sairá mais barato. O carreteiro não precisará se preocupar com os ajudantes. Já que existem alguns problemas ao lidar com alguns ajudantes. Irei comentar logo mais.

Desde já lhe dar bem com os ajudantes é uma das habilidades para ser carreteiro que não são levados em consideração e as vezes se perde excelentes ajudantes por conta disso.

Voltando ao assunto. Os contras são que geralmente são pessoas que não são acostumadas a carregar peso e por isso fazem mais lentamente e ainda podem acabar “arriando” no meio do carreto. 

Lição básica: se os ajudantes são do cliente o carreto será mais lento, ou seja, tome cuidado com o horário que irá marcar o próximo carreto.

Como conseguir ajudantes de carreto?

Esse é um dos principais problemas que os carreteiros encontram na hora de prestar o serviço de carreto. Sendo assim, muito ao se depararem com esse problema acabam se perguntando se carreto dá dinheiro ou não. Por conta do carreteiro não poder contratar os ajudantes que mais gosta para trabalhar somente com ele. 

Querendo ou não acabam sofrendo com a perda de qualidade dos ajudantes, pelo fato de não poder contratar o ajudante formalmente, justamente porque teria que se comprometer financeiramente mesmo sem carreto.

Resultado. Às vezes os ajudantes que você gosta de trabalhar não estão disponíveis para o dia que você precisa, pois estão trabalhando com outros carreteiros.

Para evitar esse problema é necessário implementar dois pilares básicos. 

São eles: perfil correto de ajudantes e quantidade necessária de ajudantes.

Perfil correto de ajudantes

Como assim Nathan, perfil correto de ajudantes de carreto?

De forma simples, o objetivo é ter à sua disposição pessoas que possuem as características e comportamentos corretos.

Quantidade correta

Após saber exatamente o perfil correto de ajudante, é necessário sempre aumentar seu plantel de pessoas com as mesmas características. Simples assim. 

Perfis de ajudantes que você deve evitar?

São os tipos de ajudantes que você deve evitar ao máximo. Se você evitar de trabalhar com esse tipo de ajudante e evitar também de dar crédito para alguns mitos sobre carretos. Sua jornada será muito mais próspera.

Voltando para o assunto dos perfis de ajudantes que você deve evitar. São aqueles que mais vão te dar “dor de cabeça” e vão eliminar suas chances de ser indicado para um próximo carreto.

Esse compilado dos piores perfis foi uma junção dos meus anos de experiência juntamente com os relatos dos diversos carreteiros que conheço.

Sabe porque disse evitar ao máximo e não sempre?

Se você tentar todas as alternativas que vou compartilhar e simplesmente não conseguir porque todos estão indisponíveis, simplesmente utilize um desses perfis abaixo. 

Indicaria em uma situação como essa o ajudante “só um lanchinho patrão”. Logo mais você irá saber que perfil é esse.

 

Ajudante furão

O carreteiro que não passou por isso que atire a primeira pedra. 😉

Você marca com o ajudante, deixa tudo esquematizado e simplesmente ele não aparece ou te liga 45 do segundo tempo desmarcando. 

Te conta uma história e diz que infelizmente você não poderá contar com ele para aquele dia, mas que “sempre” que precisar ele estará à sua disposição.

E no final manda um “tamo junto patrão”. kkk

Vamos falar sério agora. Realmente, acontecem imprevistos e todos estão suscetíveis a isso. Quando me refiro ao ajudante furão é aquele que já fez isso outras vezes.

Nesse caso, é complicado continuar confiando, pois você poderá perder o cliente na próxima vez. Infelizmente alguns furões trabalham muito bem, porém tem esse problema que inviabiliza a relação de trabalho. 

Ajudante pinguço

Esse perfil é clássico. 

Principalmente para os carreteiros de primeira viagem, pois como tem pouco tempo de mercado ainda não conseguiram uma lista muito grande de ajudantes para entrar em contato. 

Resultado. Quando vende o carreto tem que correr às pressas e pegar qualquer um que vê pela frente. 

Não que não aconteça com carreteiros experientes, porém é algo menos comum entre eles, justamente por terem criado uma lista maior de possíveis ajudantes.

Claro, isso no cenário que já indiquei, ou seja, tenha o perfil correto e tenha o maior número de pessoas na “manga” com esse perfil. 

Logo mais irei compartilhar os perfis corretos.

Ajudante fracote

Esse tipo de ajudante também é bastante comum quando o carreteiro não se programa para selecionar os ajudantes no perfil correto. Trata-se do ajudante que sofre para carregar uma geladeira.

Se tem escada então, ele simplesmente começa a reclamar. Você deve fugir desse tipo de ajudante, pois em algum momento ele pode acabar soltando algum item por falta de força e “sobrar” para você, ou seja, terá que arcar com o prejuízo. 

Evite trabalhar com esse tipo de ajudante, pois o cliente percebe quando o ajudante não passa muita confiança.

Isso irá eliminar suas chances de indicação de carreto, justamente porque o cliente sabe que no próximo carreto aquele ajudante também estará com você.

Ajudante “só um lanchinho patrão”

Esse tipo de ajudante é clássico também. Lembro quando era criança meu pai chamava os ajudantes para trabalhar com ele e vez ou outra um ajudante chegava nele e dizia: “não precisa nem de almoço não, só paga um lanchinho patrão”.

Aqui entra uma discussão que dá pano para manga, mas alguns carreteiros acham que o ajudante deve levar almoço ou lanche de casa e outros já fornecem o orçamento pensando nisso.

Neste caso, não existe certo nem errado. O problema não está no ajudante pedir e nem em você pagar. O grande problema é aquele perfil de ajudante que começa a falar sobre alimentação no momento em que o ritmo já está forte. 

Sabemos que o começo do carreto é meio lento, mas quando embala é para terminar. E se o ajudante pede um lanche justamente nesse momento quebra todo o ritmo de trabalho.

Por isso, independe se irá pagar ou não, deixe alinhado o momento ou horário permitido para se alimentar.

Transparência é tudo.

Perfis de ajudantes para sempre ter na “manga”?

Os carreteiros de maior performance que conheço são aqueles que se programaram anteriormente e deixaram pessoas que possuem esses perfis “engatilhadas”.

Lembre-se sempre em alguns carretos se não tiver ajudante você não irá vender o carreto e consequente irá “deixar dinheiro na mesa”.

Por isso, se você sempre tiver pessoas com os perfis que irei descrever abaixo você estará a frente de muitos outros carreteiros que não se preocupam com isso.

A palavra aqui é se organizar, pois aos 45 do segundo tempo não é possível ter esse nível de aperfeiçoamento. Acredite que ter bons ajudantes também fará com que você consiga ter mais indicações.

Se fosse para resumir a importância de se ter os ajudantes com o perfil correto é o simples fato de ter pessoas confiáveis, que aguentam o trabalho e que sabem se portar na casa do cliente.

Simples assim!

Ajudante da família

Todo carreteiro já fez isso. Chamou um primo, irmão, cunhado etc. Acho interessante esse perfil por se tratar de pessoas de sua confiança.

As vezes ficamos sabendo de clientes que reclamam que sentiram falta de itens de sua casa. Nunca tive esse problema, mas meu pai já teve ajudantes que trabalhavam para ele e que roubaram itens dos clientes.

De forma alguma estou generalizando, simplesmente poupando você dessa “dor de cabeça”. 

Então o requisito confiança aqui está garantido, porém quando se contrata alguém desse perfil outra característica deve ser levada em consideração.

Tenha certeza de que está chamando alguém que suporta o trabalho, caso contrário terá o mesmo problema se contratasse o ajudante fracote.

Talvez esse seja um dos melhores perfis para se trabalhar quando se trata de carretos autônomos.

Ajudante que é amigo

O fundamento é o mesmo do perfil anterior. Vou me focar neste momento principalmente em como escolher esses amigos. Como são seus amigos, certamente você sabe o horário que saem do serviço, se precisam de complemento de renda etc. 

Digo isso, pois nem todo amigo irá querer, justamente por se tratar de um trabalho relativamente pesado. Nesse caso, você irá mirar nos amigos que realmente tem disponibilidade de tempo e realmente precisam complementar a renda.

Faça uma lista de amigos e descreva as características de ao lado, após isso basta entrar em contato e vender a ideia.

Caso não tenha baixado o material que está no início do artigo, basta clicar abaixo para receber a planilha contendo os melhores perfis de ajudantes de carreto e como selecionar cada um.

Ajudante maromba

Antes de explicar esse perfil, peço que não deixe de implementar. Esse perfil é um dos que mais gosto, pois se destaca pela força e segurança no momento do carregamento.

Aconselho que procure academias próximas da sua casa. Costumo indicar também para procurar academias que são mais simples, pois geralmente será mais fácil conseguir pessoas que precisam de uma renda extra para complementar os gastos com alimentação e suplementação.

É justamente nesse ponto que você deve vender a ideia para os marombeiros. Oferecer um complemento de renda.

De forma simples, você irá procurar o atendente ou gerente da academia e compartilhar a oportunidade e pedir para ele compartilhar a oportunidade com os marombeiros.

Aconselho que pegue o contato dele e pergunte quando ele “acha” que conseguirá conversar com todos. 

Se o gerente conversar com os marombeiros, em cada academia você conseguirá pelo menos dois ajudantes. Se você fizer esse processo com pelo menos cinco academias você terá dez novos ajudantes a sua disposição.

Conclusão

Muitos dizem que ajudantes de carreto são um mal necessário. Na verdade, se você implementar o que você acabou de aprender. Não terá essa visão um pouco distorcida dos ajudantes.

Tenho carreteiros que trabalham a muitos anos com os mesmo ajudantes. Se você implementar essas dicas, sem dúvidas você terá uma lista de ajudantes disponíveis para você escolher.

Ou seja, ao invés de perder carretos por falta de ajudantes, você terá ajudantes te pedindo para os priorizarem.

Implemente essas dicas e nunca mais tenha problemas com ajudantes de carreto.

Gostou do conteúdo?

Ficou faltando alguma coisa ou tem alguma dica para compartilhar.

Deixe seu comentário, pois esse conteúdo é atualizado regularmente, sempre que a comunidade de carreteiros tem alguma dica para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *