Mitos sobre carretos: descubra exatamente os mitos que impedem os carreteiros de prosperar

Nota do autor

"Acredite! Depois de ler esse artigo sua visão relacionada ao mercado de carretos irá mudar. Você irá economizar anos de tentativas e erros. Você não pode perder".

E aí moçada!

Assim como o unicórnio é um mito.

Muitas carreteiros de primeira viagem e até mesmo carreteiros experientes acreditam em coisas que parecem ser verdadeiras mas na verdade são falsa.

E que coisas são essas?

Simples, os mitos sobre carretos.

Alguns pensam: nossa, o Nathan é meio duro em suas palavras.

Não pense dessa forma moçada, pois quero que sejam bem sucedidos no ramo e jogando por terra esses mitos desde o início você irá performar muito melhor na prestação de serviço de carreto.

Talvez esse conteúdo seja mais focado nos carreteiros de primeira viagem, porém ainda existem alguns carreteiros mais experientes que insistem em acreditar nesses mitos.

Por isso, se você deseja começar da forma correta a trabalhar com carretos ou já trabalha e deseja ter a mentalidade correta para aumentar seus ganhos.

Esse conteúdo é fundamental para você.

Vamos lá?

Como assim, mitos sobre carretos?

Mitos sobre carretos

Todas as pessoas quando estou em transição de carreira ou pensando em uma nova possibilidade profissional. Sempre acreditam em algumas coisas que não necessariamente estão erradas, porém precisam ser alinhadas de maneira correta.

No mercado de carretos não é diferente.

Costumo chamar esses pensamentos equivocados que alguns carreteiros principiantes tem como mitos sobre carretos. Detalhe, alguns mitos sempre serão muitos outros dependendo de sua capacidade de execução e outros fatores podem se tornar verdades.

São diversas variáveis que irão transformar esses mitos em verdade ou não.

Fato é que entrar no mercado com a mentalidade correta irá fazer com que você evite diversos transtornos, esteja preparado para diversas decepções e até mesmo se destaque dos outros. Justamente por estar com a mentalidade correta e no final do dia os carreteiros de maior performance não são aqueles que somente trabalham duro, mas sim aqueles que tomam as decisões de maneira correta.

Cá entre nós, você está sendo um privilegiado por estar tendo acesso a esse conteúdo direto das “trincheiras” do campo de batalha.

Só peço uma coisa.

Abaixe sua guarda e tenha humildade para entender que bom seria o mercado se comportar como queremos, porém é o mercado que dita a regra e somos somente um “barquinho na imensidão do mar”. Nesse caso do mercado.

Vamos aos mitos.

Caso tenha lembrado de mais algum, por favor deixe nos comentários. Todos os nossos conteúdos são atualizados regularmente e queremos ter acesso a sua visão.

Mito 1: Ser seu próprio chefe

Sem dúvidas, esse mito não está limitado somente aos carreteiros, mas também a todos aqueles que estão começando a trabalhar de forma autônoma. Vamos lá, verdade você é seu próprio chefe, inclusive os ajudantes de carreto trabalham para você. Porém não terá ninguém para te motivar ou te cobrar para trabalhar.

Muitas pessoas não enxergam isso e acabam caindo nesse mito meio verdade. Aliás, outro aspecto que deve ser levado em consideração é que você não manda em tudo e por isso não terá que obedecer a ordens.

Moçada, muitas vezes aparecem uns clientes “tinhosos” que só você vendo, porém se você não atender outro carreteiro irá atendê-lo e assim ganhar mais dinheiro que você.

Ter equilíbrio emocional é fundamental para aqueles que querem trabalhar com carreto ou até mesmo já estão atuando na profissão.

A chave aqui é ter humildade sempre. O ofício de carreteiro traz consigo liberdades sim, porém nem tudo será da nossa forma. Então esteja preparado para essa realidade.

Mito 2: Trabalhar no horário que quer

Outro mito extremamente comum é o fato dos carreteiros de primeira viagem acreditarem que irão trabalhar no horário que quiserem.

Sem dúvidas, como disse anteriormente, você terá liberdades. Porém em alguns casos não conseguirá controlar os horários dos carretos, pois geralmente são aos finais de semana ou os clientes preferem um pouco mais tarde. Depois que chegam do serviço.

E se você tiver algum evento para ir e surgir um bom orçamento nesse horário terá que avaliar se dispensa ou não o serviço.

Por isso que sempre menciono a importância de um sistema de gestão financeira para carreto. Somente conhecendo bem seus números irá ter 100% de certeza se pode ou não dispensar esse serviço.

Por não conhecer bem seus números o inverso também acontece. Alguns carreteiros acabam trabalhando demais com medo de faltar. Não tiram férias, não saem com a família etc. Posteriormente isso afetará a saúde do carreteiro.

Por isso, principalmente para você que está começando no mercado, preciso te dizer algo. Tenha paciência e perseverança, pois assim como tantos outros carreteiros conseguiram o privilégio de escolher seus próprios horários futuramente com o tempo você poderá ter essa flexibilidade.

Inicialmente esse é um mito.

Mito 3: Tirar férias quando quiser

As tão sonhadas férias não é mesmo.

Quando alguns carreteiros do meu plantel me mandam um áudio no WhatsApp dizendo que vão tirar férias é muito bacana.

Aquele áudio aliviado, empolgado com a curtição é muito bom.

Não confunda, não tirar férias quando quiser com nunca tirar férias. Para quem já está a mais tempo no mercado e possui uma organização financeira.

Planejar as férias é totalmente possível e recomendável, pois irá escolher com mais calma o destino, irá criar uma meta de faturamento e estará totalmente tranquilo no momento em que estiver efetivamente descansando.

Sendo assim, para aqueles que estão começando, indico inicialmente pequenas folgas, ou seja, depois de ter trabalhado muitos dias, tire uns três dias na semana.

Por que dias na semana?

Porque você ainda não pode se dar o “luxo” de folgar nos dias que mais tem serviço.

Simples assim.

Calma, terá seu momento assim como todos os outros carreteiros tiveram que trabalhar duro para conseguir ter essa liberdade.

Mito 4: Cliente tem que aceitar meu preço

Esse é uma dos principais mitos atrelados a saber se carreto dá dinheiro ou não. Infelizmente o serviço de carreto se tornou um commodity.

Caso não esteja familiarizado com esse termo aqui está a explicação.

Commodity são insumos que não possuem muito valor agregado, pois os fornecedores disponibilizam para o mercado praticamente a mesma qualidade do produto. Exemplo prático é o arroz.

Existe diferença?

Claro que sim, porém não é uma diferença tão relevante que te faz optar sempre pela marca mais cara.

Se você está iniciando, infelizmente terá que cobrar um pouco mais barato para começar a ter clientes e assim indicações de carretos.

Lembre-se sempre: a indicação é carreto praticamente fechado.

Por isso, tenha paciência e não pense que está sempre trabalhando “de graça”. Infelizmente até os carreteiros mais experientes sofrem com os pedidos de desconto e a concorrência desleal.

E se isso acontece até com os carreteiros mais experientes. Qual a diferença deles para você meu carreteiro de primeira viagem?

Somente o fato de que eles vendem alguns carretos baratos, porém recebem muito mais indicações e em uma indicação o preço é deixado em segundo plano por parte do cliente.

Ou seja, um carreto compensa o outro.

Mito 5: Carreto irá “cair do céu”

Esse mito é clássico.

Até eu caí nele quando comecei na profissão.

Para quem acompanha o Portal Transportes e Mudanças a mais tempo sabe que já sei um pouco mais sobre minha história.

Mas basicamente sou filho de um ex-carreteiro e por conta do meu pai ter sido bastante conhecido na minha região tinha “certeza” que iria “chover de carreto” para mim.

Ledo engano.

Fiquei parado bastante tempo e recebi alguns orçamentos que não eram de valores muito significativos.

E por que isso aconteceu?

Simples, meu pai construiu sua boa reputação na região. Reputação é construída não ganhada, ou seja, tive que trilhar meu próprio caminho para poder conseguir meus carretos.

Por isso, não vá à luta, faça parcerias com imobiliárias da sua região. Incentive que cada cliente possa indicá-lo. É necessário fazer coisas como essas se você deseja vencer nesse mercado.

Concluindo os mitos sobre carretos

Gostou dos mitos sobre carretos?
Lembrou de mais algum?

Compartilhe nos comentários, pois estamos sempre atualizando nossos conteúdos para que nossos leitores possam sempre ter a melhor e mais atual informação sobre o mercado de carretos.

Acredito que se você pôr em prática os conhecimentos descritos neste conteúdo suas chances de ser bem sucedido nesse mercado aumentam assustadoramente.

Querendo ou não, não acreditar nesses mitos é uma das habilidades para ser carreteiro que devem ser sempre observadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *